Blog

Blog

Encontro serviu para falar sobre trabalho em rede e união em favor dos menos favorecidos

O ano está no final e já é possível afirmar que 2019 representou muitos avanços para o Coletivo Inclusão. Um dos assuntos mais pautados pela equipe durante os últimos meses foi o trabalho em rede, conceito com a finalidade de promover ações conjuntas em prol do desenvolvimento coletivo de entidades sociais e em prol dos menos favorecidos.

Nesse sentido, um dos primeiros encontros para tratar do assunto, realizado com a Associação Comercial e Industrial de Fazenda Rio Grande (ACINFAZ), foi o pontapé inicial para a disseminação desse conceito.

Recentemente, assim como a ACINFAZ, quem também abriu as portas para o Coletivo Inclusão foi o Rotary Club de Fazenda Rio Grande.

Espaço aberto

Os membros do Rotary fazendense receberam a equipe do Coletivo em uma de suas reuniões semanais, no último dia de outubro. Na ocasião, os anfitriões compartilharam um pouco de sua rotina com os visitantes, ao mesmo tempo em que ofereceram um espaço para fala.

André Caminski, coordenador do Coletivo, aproveitou o momento para falar sobre a ONG e suas ações, enfatizando, antes de mais nada, as atividades voltadas para a cultura, o esporte, a arte e a saúde.

Além disso, Vitto Matheus Peruzzo, gestor do Coletivo, falou sobre o trabalho desenvolvido atualmente na Apae Fazenda Rio Grande e ressaltou que a ideia é ampliar essa atuação para outras instituições do município.

Conversa produtiva

Ao longo da conversa, Noélia Regina Bueno, presidente do Rotary, comentou que os objetivos de ambas as entidades parecem bastante alinhados. “Vamos dar as mãos e trabalhar juntos”, convidou ela.

Aquiles Wozniack, também membro do Rotary, explicou que o clube “quer viabilizar grandes projetos sociais em Fazenda Rio Grande, contando justamente com parcerias e união”.

Reunião-Coletivo-Inclusão-Rotary-Club-Fazenda-Rio-Grande-2
Da esquerda para a direita: André Caminski, Luiz César Santos, Noélia Regina Bueno, Aquiles Wozniack, Vitto Matheus Peruzzo e Márcia Miranda (foto: Ale Belini)

Após a produtiva reunião, Peruzzo destacou a importância de dar prosseguimento no propósito do trabalho em rede. “Não vamos deixar no campo da ideia. Vamo botar as ações no papel e fazer acontecer”, declarou o gestor do Coletivo Inclusão.

Participaram da reunião Noélia Regina Bueno, Aquiles Wozniack e Luiz César Santos, do Rotary, e André Caminski, Vitto Matheus Peruzzo e Márcia Miranda, do Coletivo Inclusão.

O Rotary

O Rotary Club é uma rede global de líderes comunitários, amigos e vizinhos que veem um mundo onde as pessoas se unem e entram em ação para causar mudanças duradouras em si mesmas, nas suas comunidades e no mundo todo.

Fonte: Rotary Club