Blog

Blog

Oficina de pintura trabalha habilidades importantes para o desenvolvimento dos alunos. A aula é também sinônimo de diversão e interação

Entre as diversas oficinas disponibilizadas pelo Coletivo Inclusão aos alunos da Apae Fazenda Rio Grande, está a de pintura em tela. As aulas acontecem no período da manhã e à tarde, toda quinta-feira. Atualmente, 60 alunos são atendidos.

É a professora Leyla Santos, graduada em artes visuais, quem conduz a oficina. Na Apae há cerca de dois anos, ela é testemunha dos efeitos da arte na vida dos seus alunos. “É um aprendizado a cada aula porque cada um se supera da sua forma. Enquanto um faz um tracinho, outros já conseguem fazer objetos maiores, mas cada detalhe é uma superação”, conta a arte-educadora.

Professora da oficina de pintura em tela, Leyla Santos (foto: Ale Belini)

Diversão e desenvolvimento

Na oficina de pintura, as atividades vão além de tintas, telas e cores. Cognição, motricidade, participação e socialização são algumas das habilidades explorados na aula, assim como uma série de outras aptidões. 

“A gente trabalha outras áreas na pintura em tela. Eu gosto de pôr música para eles, porque trabalha a concentração, assim como a própria pintura trabalha a concentração e a imaginação, além do sistema cognitivo deles. A motricidade também, porque envolve o movimento do pincel”, explica Leyla.

pintura em tela oficina Apae
Alunos se divertem e interagem enquanto criam suas telas (foto: Ale Belini)

Outro ganho proporcionado pela oficina é a diversão e a interação, pois os alunos ficam felizes em mostrar o resultado de seu trabalho. “Eles gostam de mostrar. Muitas vezes, eles não falam ‘isso aqui é tal coisa’, por exemplo. Eles dizem: ‘olha, professora, estou conseguindo fazer, estou conseguindo dar forma, estou conseguindo pintar…’. Eles estão sempre se comunicando e falando. E amam!”, alegra-se a professora.

De acordo com Leyla, os temas mais escolhidos são as paisagens, casas e imagens relacionadas à escola e ao ônibus escolar.

Exposição de telas

exposição de pintura em tela da Apae na ACINFAZ
Algumas das telas expostas na ACINFAZ (foto: Ale Belini)

No final de outubro, as telas produzidas na oficina de pintura em tela foram expostas no auditório da Associação Comercial e Industrial de Fazenda Rio Grande (ACINFAZ), onde é realizado o projeto Terça Mais. Na ocasião, foi realizada a palestra “Arte de vender no Natal”, ministrada por Amauri Crozariolli, que reuniu empresários e profissionais de empresas do município.

exposição de pintura em tela da Apae na ACINFAZ
Vitto Matheus Peruzzo, gestor do Coletivo, na ACINFAZ (foto: Ale Belini)

Também foi aberto ao Coletivo Inclusão um espaço para fala. Vitto Matheus Peruzzo, gestor do Coletivo, com o intuito de falar sobre o trabalho desenvolvido, projetos e outras oficinas da ONG, aproveitou a oportunidade. Assim como Peruzzo, marcaram presença no evento a professora Leyla e o coordenador do Coletivo, André Caminski.

O Coletivo Inclusão agradece à ACINFAZ pela visibilidade e parceria.

exposição de pintura em tela da Apae na ACINFAZ
Equipes reunidas. Da esquerda para a direita: Renata Letícia Doná (ACINFAZ), Gustavo Alves (ACINFAZ), André Caminski (Coletivo), Leyla Santos (Coletivo/Apae), Vitto Matheus Peruzzo (Coletivo) e Gustavo Vedoveli (ACINFAZ) (foto: Ale Belini)

Mostra

No dia 09 de dezembro, às 19 horas, será inaugurada a mostra de telas dos Alunos da Apae Fazenda Rio Grande, no Centro Comercial 1408 (Avenida Paraná, nº 1408 – Pioneiros). 

Intitulada Cores, traços e formas, a exposição estará aberta para visitação até o dia 13 de dezembro.

“As pessoas discutem minha arte e fingem entender como se fosse necessário entender, quando é simplesmente necessário amar.”

(Claude Monet, pintor impressionista francês)

A oficina de pintura em tela é viabilizada por meio do Programa Nacional de Apoio á Pessoa com Deficiência (PRONAS/PCD), com patrocínio da Copel.